Notícias : ​Uma simples brincadeira de crianças deixou-a paraplégica. Hoje os seus pais querem alertar a toda gente do perigo

​Uma simples brincadeira de crianças deixou-a paraplégica. Hoje os seus pais querem alertar a toda gente do perigo

Continua caminhando!

Partilhar no Facebook
601 601 Partilhas

Uma simples brincadeira de crianças deixou-a paraplégica. Hoje os seus pais querem alertar a toda gente do perigo

Quando Kylee Hoelscher entrou no quarto onde estava a brincar a sua pequena Eden, de somente 5 anos, sufocou um grito: Eden estava deitada no chão sem se mexer. Correu assustada para ver o que tinha acontecido, quando tentou ajudá-la a pôr-se de pé, descobriu que algo estava errado. 

Eden não podia levantar-se e, o que ao princípio Kylee pensou que era culpa da dor, mudou rapidamente para um novo terror. E quando pediu à sua filha para mover as pernas, Eden respondeu algo que jamais se esqueceria: não consigo, sinto-as dormentes. 

Assim foi como começou o pesadelo que esta família estava a ponto de viver. A mãe pegou na filha e levou-a rapidamente para o hospital: ela tinha sofrido uma estranha apoplexia na sua coluna vertebral, o que poderia deixá-la paralisada para toda a vida. O motivo? Uma brincadeira simples: flexionar as costas para trás, fazer a ponte ou a pequena aranha, como lhe chamam em alguns lugares.

Os médicos tiveram que mantê-la nos cuidados intensivos e esteve em risco grave durante dias. Até que chegou o prognóstico final: a sua filha tinha ficado paraplégica da cintura para baixo. Os pais tinham o coração destroçado. 

Desde aí, começou com tratamentos locomotores para tentar recuperar a mobilidade perdida. Para isso, faz terapias cinco vezes por semana e é monitorizada por médicos e fisioterapeutas no Instituto de Reabilitação Frazier.

Um ano depois do acidente horrível, Eden fez progressos notáveis. Já se pode vestir, lavar os dentes e o cabelo. Mas nada iria preparar os seus pais para o que aconteceria quando Violet, uma das suas melhores amigas a foi visitar. Enquanto brincavam a lutar com espadas de brincar, Eden começou, sem se aperceber, a dar os seus primeiros passos! Veja o vídeo impressionante e inspirador a seguir:  

"O seu terapeuta segurava-a", disse a sua mãe, "estavam a segurar algo do seu peso, mas nessa altura começou a dar passos à volta do espaço e depois no corredor".

Dias antes, Eden tinha dito que a visita da sua amiga a faria tão feliz que provavelmente poderia caminhar. E, para a surpresa de todos os presentes e dos médicos, assim foi! 

Claro, existem também dias cinzentos. Eden, muitas vezes pergunta à sua mãe se algum dia vai melhorar para poder voltar a usar as suas pernas como antes. Então a sua mãe mostra-lhe o vídeo de quando conseguiu caminhar e ela volta a acreditar em si própria. Mas os seus sonhos são grandes: quer ser independente e deixar de precisar da cadeira de rodas. Com este sorriso gigante, de certeza que chegará longe! 

O mais importante é a perseverança da família. Como diz a sua mãe, preferem valorizar o que ainda têm do que pensar sempre no que perderam. Nas suas próprias palavras: "Ainda nos temos a nós quatro. Tentamos sempre pensar no que temos, em vez de pensar no que não temos". Essa é a atitude!

Partilhar no Facebook
601 601 Partilhas

Fonte: No lo creo · Crédito foto: No lo creo

Goste/partilhe