Notícias : ​Uma manequim arrisca prisão por causa de uma foto publicada das redes sociais!

​Uma manequim arrisca prisão por causa de uma foto publicada das redes sociais!

Nem tudo não é bom para partilhar ...

Partilhar no Facebook
51 51 Partilhas

Uma manequim arrisca prisão por causa de uma foto publicada das redes sociais!

Dani Mathers, uma modelo de 30 anos que posou para a Playboy, enfrenta 6 meses de prisão depois de humilhar uma mulher no Snapchat.

A Playmate de maio de 2015 deve arrepender-se de ser viciada nas redes sociais. A jovem mulher acostumou-se, tal como muitas outras pessoas na ribalta, a fotografar tudo e mais alguma coisa para alimentar as redes sociais, mas numa das vezes no ano passado não veio a correr muito bem. 

A Playmate estava no balneário do seu ginásio em Los Angeles quando encontrou uma mulher de 70 anos a tomar banho. Uma cena banal que descamboua partir do momento em que Dani tirou uma foto sem o conhecimento da mulher, publicando-a no Snapchat com a seguinte descrição: “Se eu não consigo deixar de ver isto, vocês também não”.  

São milhares de pessoas que a seguem nas redes sociais, por isso não é surpreendente que esta foto tenha criado agitação. No entanto, muitos utilizadores da Internet acharam a atitude de Dani intolerante e ela foi rapidamente denunciada às autoridades.

O julgamento estava ainda a decorrer e acabou no dia 26 de maio, desconhecendo-se ainda o destino da Playmate, que se arriscava a 6 meses de prisão e a uma multa de 1000 dólares. Para além disso, no dia após a sua publicação, ela foi despedida da sua posição como apresentadora de rádio na KLOS e proibida de se inscrever no LA Fitness, onde o incidente ocorreu.    

Ao ser acusada de invasão de privacidade, ela é acusada de ter violado uma lei da Califórnia, proibindo filmar e fotografar uma “pessoa identificável numa casa, vestiário ou cabine de bronzeamento sem o seu consentimento”.

Dani, porém, justificou, explicando que esta foto era para ser enviada para um amigo e que se enganou no botão. Ela considera a lei ambígua e diz que a mulher não é identificável. A jovem mulher está para fazer de tudo para não ir para a prisão, dizendo no tribunal que vai a escolas falar com adolescentes sobre a humilhação e as suas repercussões. Contudo, os procuradores disseram-lhe que estas tentativas não estavam a resultar, sabendo bem que ela nunca pediu desculpa à mulher de 70 anos.

Antes de se retirar das redes sociais, ela publicou no Twitter: “Eu assumo toda a responsabilidade pelos erros que cometi e continuarei a amar-me e a amar outros… desejo-vos o mesmo”.   

Como é óbvio, ela já voltou a reativar as suas contas e novamente, partilha fotos clichê do seu dia-a-dia e tenta sempre justificar-se, assustada pela prisão.

“Eu gosto do corpo feminino e sei que body-shaming (humilhar o corpo de outros) é errado (…) e não é o tipo de pessoa que sou. A foto foi tirada ao lado de uma conversa privada com um amigo e, como sou nova no Snapchat, não sabia que a tinha postado em público, foi um grande erro. Eu sei que tenho desapontado muitas pessoas, mas, por favor, acreditem em mim, eu não sou esse tipo de pessoa”.

Partilhar no Facebook
51 51 Partilhas

Fonte: Ayoye · Crédito foto: Ayoye

Goste/partilhe