Notícias : Uma antiga pornstar muda a sua vida e começa a trabalhar numa igreja depois de ter tido uma revelação

Uma antiga pornstar muda a sua vida e começa a trabalhar numa igreja depois de ter tido uma revelação

Uma mudança radical na vida

Publicado por Vamos lá Portugal em Notícias
Partilhar no Facebook
110 110 Partilhas

Antes de trabalhar numa igreja e ser mãe dedicada, Crystal Bassette era uma estrela de pornografia.

O seu nome artístico era Nadia Hilton. A jovem participou numa centena de filmes pornográficos e ganhava 252 mil euros por ano.

Crystal ficou grávida aos 16 anos e vem de uma família pobre, ela teve que fazer de tudo para se aguentar.

A jovem queria tornar-se atriz em Hollywood, mas acabou a fazer strip-tease para pagar a renda.

Ele conheceu um agente que lhe explicou que podia ganhar até 25 mil euros por mês.

Crystal pensava que ia fazer isso por apenas um mês: “Depois da primeira vez, chorei durante duas horas no duche”, diz ela.

Mas a jovem continuou a fazer filmes. Mete-se no álcool e nas drogas. 

Graças aos seus salários altos, Crystal comprou uma casa em Malibu, sete carros e gasta uma fortuna em roupa.

A sua família acabou por apoia-la, mas foi difícil no início. O seu pai camionista descobriu que a filha era atriz porno quando folheava uma revista. 

Em 2013, Crystal tem um acidente de carro. Após este evento traumático, ela vai à igreja que costuma frequentar e começa a conversar com um pastor que a faz mudar o seu ponto de vista sobre a vida. 

Ela começa a trabalhar na igreja e é aí onde conhece o seu futuro marido, David. Foi amor à primeira vista.

“Isso mostra que Deus perdoa-a independentemente do seu passado”, diz ele. 

Crystal pensa que o facto de ter sido abusada sexualmente por duas pessoas diferentes quando era criança levou-a à escolha daquela vida destrutiva.

Ela não tem arrependimentos, no entanto: “As minhas escolhas fizeram-me quem sou hoje”, diz ela.

Descubra uma reportagem televisiva acerca de Crystal Bassette. 

Partilhar no Facebook
110 110 Partilhas

Fonte: ayoyemonde
Crédito foto: ayoyemonde

Goste/partilhe