Notícias : Um homem encontra um bebé numa manta. O que acontece é realmente comovente!

Um homem encontra um bebé numa manta. O que acontece é realmente comovente!

Envolto numa toalha suja.

Publicado por Vamos lá Portugal em Notícias
Partilhar no Facebook
387 387 Partilhas

Um homem encontra um bebé numa manta. O que acontece é realmente comovente!

Raúl Ceja de Marín, do México, acha que vai ser um dia normal quando vai a caminho para o trabalho num sábado bem cedo. Mas quando passa pelo canal como faz todas as manhãs, vê um vulto sujo na margem do rio. Raúl sente-se atraído pelo vulto; não sabe se é um animal ou uma piada macabra. Lentamente aproxima-se gravando tudo com a câmara do seu telemóvel. 

Ao levantar o tecido, fica boquiaberto; é uma recém-nascida! A menina parece que acabou de nascer, porque o cordão umbilical ainda está pendurado na sua pequena barriga. Quando Raúl se apercebe disto, sabe que só pode fazer uma coisa: levar a menina ao hospital mais próximo de imediato. 

É incrível: a pequena esta saudável e irá recuperar completamente. No entanto, nada se sabe sobre os pais que a deixaram naquele sítio. Raúl sentiu uma conexão especial com a pequena quando a viu lá abandonada e a ouvir chorar pela primeira vez. Raúl acredita que o destino a fez encontrar. Por isso, decidiu algo que irá mudar a sua vida para sempre: Raúl decidiu adotar a bebé! 

A família de Raúl apoia plenamente a sua nova paternidade. Mesmo, porque apesar da pequena ter tido um terrível começo de vida, tem sorte por Raúl se ter cruzado no seu caminho no momento adequado: agora tem possibilidade de viver uma boa vida. 

Este é o vídeo que mostra como Raúl encontrou a pequena:  

Esta pequena teve muita sorte porque o Raúl está sempre de olho no que o rodeia; se não tivesse sido assim, certamente não estaria viva hoje. E a bebé encontrou também uma família com o seu salvador. Se a história deste herói de grande coração também o comoveu, partilhe-a com todos os seus amigos.

Partilhar no Facebook
387 387 Partilhas

Fonte: No lo creo · Crédito foto: No lo creo

Goste/partilhe