Notícias : Um homem convida seis amigos para violar ex-namorada, mas o que ele faz depois é muito pior!

Um homem convida seis amigos para violar ex-namorada, mas o que ele faz depois é muito pior!

Que horror!

Publicado por Vamos lá Portugal em Notícias
Partilhar no Facebook
980 980 Partilhas

Um homem convida seis amigos para violar  ex-namorada, mas o que ele faz depois é muito pior!

Um namorado deixado organizou uma violação em grupo da ex-namorada com seis outros homens, antes de conduzir sobre a sua cabeça para evitar a identificação.

O corpo mutilado da jovem de 23 anos foi encontrado, dilacerado por cães, depois de ter sido sequestrada em Sonipat, Índia, e em seguida, conduzida até Rohtak no norte.

Ela foi violada e torturada com objetos afiados antes de lhe esmagarem o crânio com tijolos quando ela ameaçou denunciá-los à polícia.

Os atacantes, em seguida, passaram por cima da cabeça dela com um carro para que fosse impossível identificá-la.

Este incidente aconteceu poucos dias depois de o Supremo Tribunal confirmar a pena de morte para quatro homens que violaram e mataram uma mulher em Delhi, que deixou o país inteiro revoltado e levou a reformas legislativas.  

Sumit Kumar, cuja idade é desconhecida, e uma meia dúzia de homens organizaram o crime.

A polícia prendeu Kumar no sábado e um cúmplice, Vikas. A família da vítima identificou o corpo e disse à polícia que Kumar e seis ou sete homens invadiram casa e ameaçaram a mulher quando ela se recusou a casar com ele. A vítima morava com a mãe.  

"Ela deixou o trabalho no dia 09 de maio em torno de 7:00 quando o acusado, Sumit, com um cúmplice, Vikas, a raptaram com um carro", confirma o oficial Ajay Kumar.

"Sumit confessou o crime e disse-nos que matou a vítima após violá-la. A autópsia revelou que a vítima tinha consumido sedativos num refrigerante. Acredita-se que a vítima foi violada e morta depois de ficar inconsciente. "

A mãe da vítima pede que os envolvidos na morte da filha sejam enforcado.

Partilhar no Facebook
980 980 Partilhas

Fonte: Ayoye
Crédito foto: Ayoye

Goste/partilhe