Notícias : Um homem alerta a polícia dizendo que os seu vizinhos não se importam com os seus filhos. O que descobrem é horrível…​​

Um homem alerta a polícia dizendo que os seu vizinhos não se importam com os seus filhos. O que descobrem é horrível…​​

É terrível ...

Partilhar no Facebook
321 321 Partilhas

Um homem alerta a polícia dizendo que os seu vizinhos não se importam com os seus filhos. O que descobrem é horrível…

Na Ucrânia, um terrível incêndio teve lugar na cidade de Mukachevo em 2011. As chamas arrasaram uma rua inteira e destruíram vários edifícios. Felizmente, ninguém ficou ferido. Pelo menos foi o que as autoridades acreditaram até descobrirem a verdade… 

Cerca de um ano depois do incêndio, os serviços sociais da cidade receberam uma chamada: um residente disse-lhes que um menino de sete anos precisava de cuidados médicos urgentes e que a sua família não queria saber dele. A polícia e os assistentes sociais vão até o lugar para investigar e não querem acreditar no que veem: está coberto de queimaduras graves que têm estado cobertas com trapos sujos. 

O pequeno Ihor Lakatosh ficou ferido no incêndio que devastou a rua um ano antes e 30% da sua pele estava severamente queimada sem ter sido tratada. Em vez de o levarem ao hospital, os seus pais cobriram as suas feridas com farrapos sujos e deixaram-no descansar na cama. A criança passou meses escondida na cama, impossibilitado de se movimentar e sofrendo horrivelmente. Já tinha passado tanto tempo que, na posição que estava, a sua coluna ficou deformada e o seu braço preso no seu peito. O facto de ele continuar vivo era um milagre. 

Ihor foi imediatamente levado para o hospital e a polícia interrogou os seus pais.

Enfrentando acusações de abuso, os seus pais fugiram e abandonaram o seu filho. Ihor ficou feliz por se livrar deles. As suas feridas foram tratadas, os médicos conseguiram separar o seu braço do peito, mas acima de tudo, eles ficaram espantados pela sua vontade e energia. 

O diretor do orfanato, Bogdan Kikina, não conseguiu conter as lágrimas quando conheceu Ihor. A criança estava muito fraca e pequena para a sua idade, pesando apenas 13 quilos. Mas ele viu a sua vontade de viver e prometeu fazer de tudo para o ajudar. 

Ele tratou de Ihor como se fosse seu filho e pediu ajuda à imprensa nacional para encontrar os melhores especialistas para tratarem das feridas do menino. Na verdade, o hospital para crianças Shriners, em Boston, convidou-o para as suas instalações. 

Graças ao bom tratamento recebido em Boston, Ihor recuperou a sua saúde. Em três anos, ele foi submetido a cerca de 20 cirurgias. Mas ele nunca desistiu. 

Hoje, Ihor tem 11 anos e viaja pelo mundo para contar a sua história.

Ele será submetido a mais cirurgias, mas nada o pode parar!

Partilhar no Facebook
321 321 Partilhas

Fonte: Ayoye · Crédito foto: Ayoye

Goste/partilhe