Notícias : Quantas vezes lavas as roupas novas antes de usá-las? Tens de ver ISTO!

Quantas vezes lavas as roupas novas antes de usá-las? Tens de ver ISTO!

Ficarás surpreendido com os resultados.

Partilhar no Facebook
1,236 1.2k Partilhas

Quantas vezes lavas as roupas novas antes de usá-las? Tens de ver ISTO!

No outro dia houve um debate num determinado grupo de mães do Facebook, sobre até quando devemos lavar as roupas novas do bebé antes de usá-las. A resposta é uma só: sempre! Devemos lavar inclusive as nossas.

Muitas vezes não lavamos a roupa antes de usá-las a primeira vez, pois elas perdem o aspecto de novas e já na primeira lavagem ficam um pouco desgastadas e opacas. Mas, não lavá-las e passá-las em ferro quente, é um grande erro, pois as peças e cada um de seus componentes (cada fio do tecido, linha, botões, acabamentos…) passam por uma infinidade de mãos e ambientes antes de chegaram às lojas. Depois que chegam às lojas, as peças podem ser provadas por diversas pessoas, as quais não sabemos a procedência. Agora, imaginem os sapatos!!!! Experimentados por pés que pisaram e estivem em locais desconhecidos!!!! (aff! me deu um pouco de pânico, agora!).

Entre algumas das doenças contagiosas que podemos pegar no provador, estão:

– Sarna: doença contagiosa causada por um ácaro muito pequeno, caracterizada por uma coceira, geralmente à noite. Em crianças menores acomete principalmente, a cabeça, o pescoço, os ombros, as palmas e as solas dos pés. Em crianças mais velhas e adultos, as mãos, os pulsos, os órgãos genitais e o abdômen são afetados. O diagnóstico é feito por análise microbiológica da pele. O tratamento é feito à base de cremes específicos.

– Micoses: infecções incômodas e resistentes, causadas por aproximadamente 100 espécies diferentes de fungos, algumas vezes confundidas com alergias ou mesmo hanseníase. As mais comuns são: a frieira ou pé-de-atleta que acomete os pés; a tinha crural, que aparece mais entre as coxas; a tinha do couro cabeludo; a micose das unhas… O diagnóstico é feito por um dermatologista e o tratamento é demorado.

– Pediculose: doença causada pela infestação de piolhos. Apesar do piolho do couro cabeludo passar através do contato de cabeça com cabeça, não é descartada a hipótese de ser transmitido pelo uso comunitário de roupas. Já o piolho de corpo, denominado Chato, deposita seus ovos nos fios das roupas que necessitam do calor do corpo para sua eclosão. Este piolho habita, principalmente a região genital e os sintomas são parecidos com os do couro cabeludo. O piolho do corpo já foi responsável por muitas mortes no passado, pois ele é o vetor da febre recorrente. (fonte)

– Além destas e inúmeras outras doenças, ainda pode-se pegar através das roupas: herpes genital e tricomoníase.

Apesar do risco de contágio, não há motivo para pânico, pois para nossa sorte, a população não está infestada de todas estas doenças contagiosas, senão a “shopaholics” estariam todas contaminadas a esta altura.

Como prevenir doenças contagiosas no provador:

– Evite experimentar as roupas antes de lavá-las. Praticamente, impossível, né? Pelo menos evite experimentar nas crianças. Muitas vezes meço a roupa no corpinho dos meus filhos sem levá-los ao provador. Só o faço mesmo em último caso;

– Ao experimentar peças íntimas, fazer uso de protetores ou experimentar por cima das suas;

– Ao experimentar sapatos, use uma meia pessoal e descartável ou limpe o interior do mesmo com álcool 70. 

– Antes de usar as roupas novas, lave-as e passe-as com ferro quente;

– Não empreste suas roupas, não use roupas coletivas ou de outras pessoas.

Partilhar no Facebook
1,236 1.2k Partilhas

Fonte: http://www.trucsetbricolages.com/trucs-et-astuces/combien-de-fois-lavez-vous-les-vetements-neufs-avant-de-les-porter-vous-devez-voir-ceci · Crédito foto: http://www.trucsetbricolages.com/trucs-et-astuces/combien-de-fois-lavez-vous-les-vetements-neufs-avant-de-les-porter-vous-devez-voir-ceci

Goste/partilhe