Notícias : Quando ela fica grávida, esta coisa horrível começa a crescer na testa dela. O que os médicos têm de cortar é alarmante.

Quando ela fica grávida, esta coisa horrível começa a crescer na testa dela. O que os médicos têm de cortar é alarmante.

O que os médicos tiveram que cortar poderia tê-la matado!

Publicado por Vamos lá Portugal em Notícias
Partilhar no Facebook
263 263 Partilhas

Quando ela fica grávida, esta coisa horrível começa a crescer na testa dela. O que os médicos têm de cortar é alarmante.

Quando Bethany Greenway, uma texana, de 39 anos, ficou grávida do seu segundo filho no outono de 2014, esperava-se que o seu corpo mudasse. 

Mas talvez não tanto. Ela sempre teve um monte de sardas e era por isso que o botão vermelho que estava a aparecer na sua testa não a preocupava. Ela pensava que isso era por causa da gravidez, ainda assim ela foi ver um dermatologista para ter certeza. Após uma revisão, ele não não sabia o que era. Mas a biópsia mostrou que era um melanoma desmoplásico, uma forma rara de melanoma de pele especialmente perigosa.  

Tratava-se então da vida de Betânia e tinha que se agir rapidamente. O músculo abaixo de um dos seus ganglios perto do ouvido esquerdo teve de ser removido rapidamente porque também continha células cancerosas. 

No entanto, as operações deixaram um grande corte na testa da mulher. O cirurgião removeu pele das suas coxas, um enxerto para cobrir a ferida aberta na testa.  Betânia teve que usar uma esponja amarela na testa, até o corpo aceitar o transplante. 

Ela teve que passar por pesados tratamentos de imunoterapia e radioterapia para superar o cancro. Só uma coisa lhe dava forças para lutar: os seus filhos. 

"Se tenho que sofrer durante um ano para ter a chance de ver os meus filhos e ficar com o meu marido durante os próximos 50 ou 60, então eu vou sofrer. "

Os filhos dela agora com dois e cinco anos, e toda a família portou-se bem. 

Betânia espera consciencializar as pessoas sobre os perigos da exposição excessiva aos raios UV, partilhando a sua história. 

"Pare a superexposição a UV. Bronzeamento não é saudável, é perigoso. "

Partilhar no Facebook
263 263 Partilhas

Fonte: Ayoye · Crédito foto: Ayoye

Goste/partilhe