Notícias : ​Os médicos dizem que o bebé jamais vai sobreviver, mas 26 anos depois, admira no que ela se tornou!​

​Os médicos dizem que o bebé jamais vai sobreviver, mas 26 anos depois, admira no que ela se tornou!​

Os médicos estão em choque, mas 26 anos depois, wow!

Partilhar no Facebook
469 469 Partilhas

Os médicos dizem que o bebé jamais vai sobreviver, mas 26 anos depois, admira no que ela se tornou!

Quando Yulianna Yussef nasceu em Odessa, Ucrânia, os pais ficaram chocados: a menina estava coberto de manchas pretas. Os médicos que nunca tinham visto isso na vida não lhe deram muito tempo de vida.

Yulianna sofre de um nevo congénito gigante, que é uma anormalidade da pele resultando em muitos manchas gigantes no corpo. Muito rara, esta lesão dermatológica afeta somente 1% da população mundial. A pequena Yulianna lutou contra essa doença, e agora, 26 anos depois, é uma bela jovem, orgulhosa das suas diferenças.

A sua infância não foi a mais fácil, todas as outras crianças gozam e insultam-na. Dálmata, vaca, girafa, ela ouviu todos os insultos possíveis. No entanto, ela nunca se deixou ir abaixo, e assume plenamente as suas diferenças.

Hoje, ela é uma estrela do Instagram e partilha as suas experiências, como inúmeros clichês, que inspiram milhares de pessoas.

Um dos seus admiradores escreveu: "Eu também tenho uma marca, e abrange mais de metade do meu corpo. Eu sofria de ansiedade severa e falta de confiança por causa disso. Ao ver a tua página, eu percebi que somos todos bonitos à nossa própria maneira e não temos que nos envergonhar das nossas marcas. Obrigado por me inspirares. "

Ao não deixar-se ir abaixo, Yulianna mostra que ser diferente é uma força, mas também prova ao mundo que suas manchas fazem dela uma mulher confiante, independente, forte e atraente!

Partilhar no Facebook
469 469 Partilhas

Fonte: http://www.ayoye.com/images/les-medecins-disent-que-le-bebe-ne-survivra-jamais-mais-26-ans-plus-tard-admirez-ce-qu-elle-est-devenue · Crédito foto: http://www.ayoye.com/images/les-medecins-disent-que-le-bebe-ne-survivra-jamais-mais-26-ans-plus-tard-admirez-ce-qu-elle-est-devenue

Goste/partilhe