Notícias : ​O seu marido desapareceu seis semanas depois do casamento. Setenta anos mais tarde, ela descobre o motivo

​O seu marido desapareceu seis semanas depois do casamento. Setenta anos mais tarde, ela descobre o motivo

Um verdadeiro herói

Publicado por Vamos lá Portugal em Notícias
Partilhar no Facebook
2,303 2.3k Partilhas

O seu marido desapareceu seis semanas depois do casamento. Setenta anos mais tarde, ela descobre o motivo

Peggy Harris de Vernon, no Texas, é uma senhora de idade que passou a sua vida a aproveitar o melhor que pôde cada oportunidade. Mas por detrás do seu sorriso doce escondia-se uma tristeza profunda que tinha desde os seus tempos de moça.  

A história teve início em 1944. Peggy conheceu Billie, um piloto de 22 anos. Apaixonaram-se e casaram-se. 

Os recém-casados estavam emocionados com a sua nova vida juntos. Mas não faziam ideia como as suas vidas estavam prestes a mudar drasticamente. Apenas algumas semanas após o seu casamento, Billie foi chamado para ir para a Europa e lutar na Segunda Guerra Mundial. Ela estava assustada pelo seu marido, mas sabia que era o seu dever. 

Peggy perdeu logo todo o contacto com Billie. Passava as noites sem dormir perguntando-se como estaria. Esperava e esperava, mas não chegavam notícias. Por fim, a guerra acabou, mas ela não sabia se o seu marido estava vivo ou não.

Tentou continuar a sua vida, mas não podia deixar de pensar na possibilidade de um dia Billie entrar pela porta gritando "Já voltei a casa!". Mas passaram anos e a tristeza de Peggy era insuportável.

E mesmo que parecesse não ter alguma esperança, pois o seu querido Billie estaria morto ou tinha-a abandonado, Peggy negou-se a estar com outros homens ou voltar a casar-se. Billie era o amor da sua vida e ela não queria abandoná-lo.

Os anos passavam e Peggy pouco a pouco teve que enfrentar a realidade. Sabia que Billie estava provavelmente morto. Porque não a contactaria se não fosse esse o caso? 

70 anos mais tarde, um dos familiares de Billie soube que tinha chegado a hora de descobrir a verdade. Depois de falar com o exército, encontrou o ficheiro com as suas informações. E não ficou surpreso quando descobriu que Billie tinha morrido em combate. Mas as circunstâncias foram extraordinárias.

De acordo com o ficheiro, Billie morreu em 1944, apenas seis semanas depois de casar com Peggy. Atingiram a sua aeronave quando sobrevoava a Normandia e caiu perto de uma povoação chamada Ventes. Surpreendentemente, as testemunhas do acidente garantiram que Billie usou os seus últimos momentos para evitar que a aeronave caísse numa zona residencial, o que teria causado muitas mortes de civis. Billie foi um autêntico herói.

Quando Peggy ouviu a história de como o seu marido morreu, sentiu-se triste mas aliviada por saber a verdade depois de tantos anos. Sabia que tinha que ir a França para visitar o seu túmulo. 

Quando Peggy chegou a Ventes, não poderia estar mais emocionada. O marido era o herói da povoação; até havia uma rua com o seu nome. 

Três vezes ao ano, os habitantes comemoram o corajoso piloto que lutou pela sua libertação e acabou por pagar o preço mais caro possível. 

Um homem de 91 anos, que viu o acidente de Billie contou a história a Peggy com as suas próprias palavras. 

Este homem e os seus amigos foram os que se deslocaram ao local do acidente e resgataram o corpo de Billie para que ele pudesse ter um funeral. Já há 70 anos, no dia do aniversário da sua morte, prestam homenagem ao herói que os salvou. 

Os restos mortais de Billie descansam num cemitério da Normandia, mas o túmulo em Ventes continua ali em sua honra.

Peggy agradeceu aos desconhecidos que honraram o seu marido durante tantos anos. Um veterano disse-lhe, "Era bom que o tivéssemos salvo". A resposta de Peggy foi simples e direta. "Ele foi salvo por vós". 

Desde a sua primeira visita, Peggy volta anualmente a Ventes para prestar homenagem ao seu marido juntamente com os habitantes da povoação. Estão todos muito orgulhosos de a ter com eles, agora que a consideram mais uma habitante da povoação que o seu marido salvou há 70 anos.

Pode ver aqui esta emotiva história em vídeo em inglês:  

Esta é uma história inspiradora de amor infinito, sacrifício e valentia. Billie lutou por aquilo que acreditava estar bem e fez o possível para salvar vidas. E a sua esposa foi-lhe fiel, mesmo quando sabia que ele não voltaria. Isto demonstra que nos momentos mais sombrios da humanidade, quando a guerra destrói tudo, o amor verdadeiro pode brilhar.

Partilhar no Facebook
2,303 2.3k Partilhas

Fonte: No lo creo
Crédito foto: No lo creo

Goste/partilhe