Notícias : ​O que a polícia encontrou no frigorífico deste homem é de congelar o sangue.

​O que a polícia encontrou no frigorífico deste homem é de congelar o sangue.

De gelar o sangue ...

Partilhar no Facebook
255 255 Partilhas

O que a polícia encontrou no frigorífico deste homem é de congelar o sangue.

Um homem de Sydney foi considerado culpado de pelo menos 15 atos de crueldade animal. Todd Baker de 41 anos, foi condenado a 3 anos de prisão, está proibido de ter um animal durante 10 anos, e teve que pagar 80 000$ de compensação, depois de 5 cães terem sido encontrados congelados numa propriedade destinada à criação.  

A polícia e a RSPCA de Nova Gales do Sul encontraram também os restos queimados de um cão numa das casas, bem como lagos de sangue e fluidos num canil. 

18 cães viviam em condições de vida deploráveis em março de 2016, quando a inspeção aconteceu. 

Num dos canis encontraram grandes quantidades de sangue seco, e restos de um animal em decomposição. Os cães mortos morreram devido a ataques de outros cães ou devido à sua idade avançada, sem nunca terem sido levados a um veterinário. 

Baker diz que tinha a intenção de requisitar os serviços de uma companhia para a cremação, mas que preferiu queimá-los por não ter espaço nos congeladores.

Os cães que se encontravam na propriedade sofriam de desidratação, infestações de pulgas, feridas não tratadas, infeções nas orelhas, doenças dentárias, mal nutrição, artrite, úlceras e de outros problemas médicos. 

Um outro cão tinha mesmo os testículos queimados porque não tinha onde se sentar se não no cimento a escaldar. 

Anteriormente, esta propriedade foi utilizada pela Herizon Kennels que procedia à criação de cães. James Arentz, um inspetor da RSPCA, diz que ele ainda está a “tentar compreender como é que os criadores antigos puderam deixar tantos cães nestas condições horríveis. ” 

Partilhar no Facebook
255 255 Partilhas

Fonte: Ayoye · Crédito foto: Ayoye

Goste/partilhe