Notícias : O idoso pediu à sua cuidadora que limpasse o seu frigorífico. Mas quando ela o abriu, descobriu algo que não esperava

O idoso pediu à sua cuidadora que limpasse o seu frigorífico. Mas quando ela o abriu, descobriu algo que não esperava

Devemos apreciar o que temos

Partilhar no Facebook
1,615 1.6k Partilhas

O idoso pediu à sua cuidadora que limpasse o seu frigorífico. Mas quando ela o abriu, descobriu algo que não esperava

É muito triste saber que existem pessoas que, depois de terem trabalhado toda a sua vida, logo que se tornam idosos o dinheiro que lhes sobra é tão ínfimo que não lhe chega nem para comer. Amanda Mary Perez viu-se frente a frente com uma pessoa nesta triste situação.  

Amanda trabalha como cuidadora. A mulher visita as pessoas que precisam de ajuda todos os dias nas suas casas e ajuda-as a fazer o que não conseguem fazer sozinhas. Um dia, um senhor de idade que está sob os cuidados pediu algo bastante normal: que limpasse o seu frigorífico. Mas quando Amanda o abriu, ficou completamente sem palavras. O frigorífico estava completamente vazio. Sentiu-se tão mal que soube que tinha de fazer algo para melhorar esta situação. E depois contou tudo numa comovedora publicação no Facebook:

"Nunca me senti tão agradecida em toda a minha vida como hoje... Alguém me disse uma vez que não importa o que temos, porque, como humanos, sempre pensaremos que não é suficiente e que queremos ou necessitamos mais. Ultimamente, andava chateada porque queria ter coisas mais materiais. Um carro novo, uma casa, mais roupas e sapatos, etc. Para aqueles que não sabem, eu sou uma cuidadora pessoal. Cuido de pessoas que não conseguem cuidar delas próprias. Estava em casa de um dos meus clientes esta manhã e ele pediu-me para limpar o seu frigorífico. Abri-o e foi isto que vi:  

Virei-me e perguntei-lhe quem compra a comida. Ele apontou para si mesmo e olhou para baixo, como se sentisse envergonhado. E disse: "Compro comida quando tenho dinheiro." Eu comecei a chorar. Nunca vi na minha vida um frigorífico tão vazio. GRAÇAS A DEUS. Então, apercebi-me que as minhas necessidades são apenas desejos e os seus desejos são necessidades. Temos que comer para viver, como é óbvio. Limpei o frigorífico e saí quando o meu turno acabou, mas quando entrei no carro sabia que não PODIA SIMPLESMENTE IR PARA CASA sabendo disto tudo. 

Não tenho cupões para comida e o meu salário não é muito alto, assim usei o dinheiro que me tinha sido devolvido pela declaração de rendimentos para encher o seu frigorífico com tudo o que pude. Com esta publicação, não quero que as pessoas se fixem em mim, só quero mostrar que existe muita gente neste mundo que está a passar muito pior que nós. Abri os olhos e percebi que tenho de me deixar de preocupar com o que não tenho e começar a apreciar tudo o que tenho agora!” 

 

O mundo é muito injusto. Enquanto alguns tomam banho em banheiras cheias de dinheiro, outros não têm sequer algo para meter à boca todos os dias. Menos mal que existam pessoas como Amanda dispostas a ajudar quem precisa. Lembre-se que deve estar sempre grato por aquilo que tem. Amanda apercebeu-se disso nesse dia; outras pessoas, tristemente nunca se aperceberão alguma vez na vida.

Partilhar no Facebook
1,615 1.6k Partilhas

Fonte: No lo creo · Crédito foto: No lo creo

Goste/partilhe