Notícias : O dono estava a passear o seu pitbull, já tarde da noite, e ele decidiu deixá-lo andar sem a trela. De seguida, o cão foi direito ter com uma criança!

O dono estava a passear o seu pitbull, já tarde da noite, e ele decidiu deixá-lo andar sem a trela. De seguida, o cão foi direito ter com uma criança!

Eles ouviram o choro de uma criança

Partilhar no Facebook
698 698 Partilhas

Stacie Rae English contou esta história ao seu irmão, nas redes sociais.

"O meu irmão Shelby estava apenas a passear o seu pitbull-labrador, Hurley, no nosso tranquilo quarteirão, por volta das 22 horas. Ele gostava de o passear tarde, para o deixar andar sem a trela. 

Eles ouviram o choro de uma criança e, antes que o meu irmão percebesse o que era, Hurley começou a correr em direção ao som. Quando o meu irmão chegou, viu o Hurley a afastar.se da criança, com uma cobra na boca, que depois matou. 

O rapaz fugiu para o carro com a sua mãe e eles saíram tão rápido que o meu irmão nem conseguiu saber ter informações sobre o menino. (Supomos que eles saíram tão rapidamente porque o menino foi mordido pela cobra e eles tiveram que ir para a emergência.)

O meu irmão, em seguida, chamou o serviço de controle policial e animal para vir ver a cena. Eles pediram para ver Hurley para verificar se ele não tinha sido mordido. Na verdade, Hurley estava a sangrar, ele tinha o pescoço inchado e espuma a sair da boca. Eles encontraram uma mordida no lábio superior.

O meu irmão levou Hurley a um hospital veterinário, onde passou a noite para ter certeza que ele ficava bem.

Shelby e Hurley voltaram a casa esta manhã. Graças a Deus, Hurley está melhor e está apenas um pouco desconfortável por causa do seu rosto e pescoço inchados. 

Foi só mais tarde que nós descobrimos que o rapaz tinha descoberto um ninho de cobras e que Hurley, provavelmente, impediu que ele fosse mordido por uma ou mais vezes. 

Ainda não tivemos notícias do menino, mas esperamos que ele esteja bem.

O nosso pitbull é um herói. 

Partilhem esta história para que aqueles que julgam os pitbulls, a possam ler".

Partilhar no Facebook
698 698 Partilhas
Goste/partilhe