Notícias : ​O cão insiste para que o pai o siga até à água. Então o pai dá um grito de morte ao ver o que flutua.​

​O cão insiste para que o pai o siga até à água. Então o pai dá um grito de morte ao ver o que flutua.​

Todos os detalhes no interior ...

Partilhar no Facebook
999 999 Partilhas

O cão insiste para que o pai o siga até à água. Então o pai dá um grito de morte ao ver o que flutua.

Leela é mesmo um exemplo de como os cães são os nossos melhores amigos. Segundo informa o jornal “Daily Mail”, uma cadela salvou um bebé de dois anos que se afogava, de cabeça para baixo, numa barragem na Austrália. A família da criança não estava no local durante o incidente e Leela tentou, sozinha, salvar o menino, arriscando a própria vida. 

Ainda segundo o jornal, após não conseguir retirar o bebé da barragem, a cadela, completamente molhada e desesperada, alertou a família para o afogamento. Graças ao alerta, a família Kenney conseguiu salvar a criança, que já estava quase a morrer.

O que parecia que iria se tornar o pior pesadelo para uma família, acabou por se tornar numa história, verdadeiramente, inspiradora, e que está a emocionar o mundo. Quando o pai do bebé reparou que a sua cadela estava molhada e desesperada, rapidamente percebeu que algo estava errado. “Eu conheço muito bem a minha cadela, quando a vi daquele jeito sabia logo que o Alexender estava em dificuldades”, revelou o pai da família, em entrevista ao “Daily Mail”.

A cadela Leela tinha acabado de tentar salvar sozinha o bebé, que se afogava numa barragem na Austrália. Porém, sem que tivesse ajuda, a cadela não conseguiu tirar a criança da água, alertando, assim, a família, que estava em casa. De acordo com o jornal, Alexander foi retirado com vida da água, apesar de estar inconsciente. A ambulância demorou quase trinta minutos para chegar ao local e o bebé esteve cerca de 36 horas em coma. 

O pai de Alexander confessou mais tarde à imprensa internacional que os médicos garantiram que o bebé nunca mais será o mesmo, e que ele teria um grave problema no cérebro. Contudo, a criança demonstrou ter uma vontade incrível de viver e, passadas 48 horas, conseguiu sair do coma, conseguindo, finalmente, respirando sem a ajuda das máquinas. 

Os médicos falam de um autêntico milagre e garantem que, se não fosse Leela, e o seu rápido alerta, esta história teria terminado numa grande tragédia. A cadela é agora considerada como uma heroína nacional na Austrália.

Partilhar no Facebook
999 999 Partilhas

Fonte: Trop Cute · Crédito foto: Trop Cute

Goste/partilhe