Notícias : ​NUNCA façam ISTO quando põem os vossos filhos no banco do carro! Vejam porquê!​

​NUNCA façam ISTO quando põem os vossos filhos no banco do carro! Vejam porquê!​

Vejam porquê!

Publicado por Vamos lá Portugal em Notícias
Partilhar no Facebook
0 0 Partilhas

NUNCA façam ISTO quando põem os vossos filhos no banco do carro! Vejam porquê!

1. Má colocação da cadeirinha

Em primeiro lugar, os pais devem ler com atenção as instruções de instalação da cadeirinha no carro. Muitos não o fazem, e estão seguros que a cadeira fica bem colocada. No entanto, há erros que se cometem sem se dar por eles. Por exemplo, a cadeira não deve ceder mais do que 2,5 centímetros quer dos lados, quer de trás para a frente.

O cinto deve ser colocado de forma a que o bebé se sinta confortável. Para sabê-lo, faça o teste: se houver folga suficiente que permita que consiga enrolar dois dedos no cinto, então não está ajustado o suficiente. Não se esqueça de trancar a correia de retenção quando a cadeira está virada para a frente. Este gesto aumenta a estabilidade do assento em 45%.

2. Ter em atenção aos ângulos da cadeira

Este gesto é especialmente importante para os recém-nascidos. As cadeiras que são colocadas de costas para o condutor, devem ter um ângulo de 45 graus. Se a cadeira não estiver instalada de acordo com os ângulos descritos nas instruções do fabricante, é sinal de perigo para o bebé. Os assentos verticais são perigosos para os recém-nascidos que ainda tem os músculos do pescoço muito moles, e pouco fortalecidos.

3. Não consultar um profissional

Mesmo tendo colocado a cadeira no carro de forma autónoma, nunca é demais pedir a um profissional que verifique que está tudo corretamente instalado.

4. Mudar de trás para a frente demasiado cedo

A cadeirinha só deve ser virada para a frente quando o bebé tiver dois anos de idade, ou quando atingir o peso e a idade para andar de costas. Antes dos dois anos de idade, a coluna do bebé ainda está em formação. Por isso, a posição aconselhada é de costas para o condutor pois desta forma, e em caso de impacto, é mais seguro e a probabilidade de causar danos na criança é menor.

5. Comprar em segunda mão

Muitos pais não sabem que as cadeirinhas também têm prazo de validade. A idade máxima para o uso de uma cadeirinha é de 6 anos, tendo em conta que os plásticos se degradam com o tempo. Comprar uma cadeirinha em segunda mão a desconhecidos é um risco muito elevado. Além disso, uma cadeira nova barata é igual a uma nova cara. Isto porque todas elas para poderem estar à venda têm de obedecer às mesma regras de segurança.

6. Encher a cadeirinha com acessórios

Brinquedos, encostos para a cabeça, fraldas... Todos estes acessórios não são boa ideia para ter numa cadeirinha. Se não veio com a cadeira quando a comprou, significa que não foi testado em caso de acidente.

7. Retirar as crianças das cadeiras cedo demais

A criança deve usar cadeirinha até aos 9/10 anos de idade. Mas muitos pais retiram as crianças antes dessa idade, ou porque o irmão mais velho já não usa ou porque simplesmente a criança já não quer andar na cadeirinha. Retirar a criança cedo demais, significa que o cinto de segurança não vai assentar como devia. E a criança vai acabar por colocá-lo ou debaixo do braço ou por detrás da cabeça, porque o incomoda.

8. Só desta vez, ele não vai na cadeirinha

Muitas vezes, quando estamos com pressa ou vamos fazer um percurso pequeno, a criança não vai na cadeirinha. No entanto, há estudos que indicam que grande parte dos acidentes (cerca de 52%) dá-se em percursos pequenos ou numa zona familiar, perto de casa. Por isso, use sempre a cadeirinha independentemente do percurso que vai fazer.

Partilhar no Facebook
0 0 Partilhas

Fonte: http://www.trucsetbricolages.com/trucs-et-astuces/ne-jamais-faire-ceci-lorsque-vous-attachez-votre-enfant-dans-son-siege-d-auto-voyez-pourquoi/

Goste/partilhe