Notícias : Nenhum bebé chora nesta creche. Quando ela descobre o motivo, o sangue dela gela.

Nenhum bebé chora nesta creche. Quando ela descobre o motivo, o sangue dela gela.

Muito triste!

Partilhar no Facebook
1,869 1.9k Partilhas

Nenhum bebé chora nesta creche. Quando ela descobre o motivo, o sangue dela gela.

A americana Dayna Mager tornou-se recentemente a orgulhosa mãe da pequena Luella. A bebée é a coisa mais linda do mundo. Particularmente, desde que ouviu umas histórias tenebrosas da creche que a filha frequenta, naquele dia, ela prometeu à filha que sempre estaria com ela.

"Há várias semanas eu corri para o berço na esperança de acalmar a  filha que estava a gritar, com o dentinho nascendo, com o rosto vermelho e o rosto cheio de lágrimas".

Depois Dayna explicou o porquê dela sempre dormir ao lado da filha:

"Numa das primeiras vezes que Matt e eu deixamos Luella sozinha, foi pra irmos a um centro de adoração. Na conferência, um missionário partilha a sua história, balança-me profundamente:

O missionário viveu num orfanato em Uganda, e já tinha passado por muitos outros antes deste, mas este era diferente. Ele entrou num berçário com mais de 100 berços com bebés dentro. Ele ouviu com surpresa e estranhou que o único som que se podia ouvir, era o som do silêncio. Isso é para lá de estranho em QUALQUER berçário, quanto mais num com mais de 100 crianças. Ele virou-se para a sua acompanhante e perguntou o porquê do silêncio. A resposta que ela deu à ele é algo que eu nunca, jamais irei esquecer. Por causa desta resposta, eu deitei-me com a minha filha no seu berço. Ela virou-se para ele e disse: "Eles ficam aqui por uma semana e choram continuamente. Depois, percebem que ninguém virá socorrê-los, então eles param..."

Os bebés param de chorar quando se dão conta de que ninguém virá. Nem em 10 minutos, nem em 4 horas, e, talvez, quem sabe, nunca. Esta história partiu meu coração. Eu literalmente poderia ter pego os pedaços do meu coração destroçado."

"Nós voltamos para casa, e naquela noite, enquanto Luella descansava seu corpinho de 4,5kg sobre o meu, eu fiz-lhe uma promessa. Prometi que sempre iria até ela quando ela me chamasse. Sempre. Às 2:00 da manhã, quando os seus gritos soarem no monitor eletrónico, eu irei acudi-la. Sempre estaremos presentes para ela e sempre iremos ao seu encontro quando ela precisar de nós."

A história deste orfanato magoou o coração de Dayna. Desde este dia ela manteve a promessa. Ela realmente sempre está ao lado de Luella, mesmo que isto signifique acordar no meio da noite para ir se deitar com ela.

Partilhar no Facebook
1,869 1.9k Partilhas

Fonte: Naoacredito · Crédito foto: Naoacredito

Goste/partilhe