Notícias : ​Mais e mais crianças são vítimas de um terrível “jogo” na Internet, as consequências são alarmantes!​

​Mais e mais crianças são vítimas de um terrível “jogo” na Internet, as consequências são alarmantes!​

Isto é desprezível!

Partilhar no Facebook
1,289 1.3k Partilhas

Mais e mais crianças são vítimas de um terrível "jogo" na Internet, as consequências são alarmantes!

Na Rússia, a polícia está a investigar um jogo sinistro que está se a espalhar na Web, este consiste em explicar às crianças como se tornar uma "fada do fogo", abrindo o fogão a gás.

Este jogo de muito mau gosto foi criado para se parecer com uma série animada "Winx Club:. School of Witches"

A animação diz às crianças para acenderem os bicos do fogão e repetir  palavras mágicas, para se tornarem uma fada do fogo.

A pequena Sofia Ezhova, cinco anos, foi gravemente queimada ao jogar a este jogo.

A mensagem de difusão diz exatamente: "À meia-noite, quando a gente estiver a dormir, sai da cama e dá a volta ao quarto três vezes. Então diz as palavras mágicas "Reino de Alfey, agradáveis pequenas fadas, dêem-me o poder, peço-lhes. "

Então silenciosamente vai à cozinha, sem seres apanhada, caso contrário, o encanto não vai funcionar. Abre quatro bicos do fogão a gás, mas não os ligues, tu  não te queres queimar, verto?

Volta para a cama, o gás mágico virá até ti, vais respirar durante o sono. Quando te levantares de manhã, diz, "Obrigado Alfeya, agora eu sou uma fada. "E vais tornar-te numa verdadeira fada do fogo."

Este "jogo" foi denunciado pelos pais à polícia, na região de Vladimir, Rússia. 

Irina Minina, uma detetive do estado alertou para o perigo: "Pode ser um daqueles "jogos suicídio ". estamos activamente à procura de quem espalha estas mensagens. " 

Na Rússia, mais e mais jogos online motivam as crianças para se matarem. Quanto à Companhia Arco-íris, criadora do desenho animado usado, ela fica chocada ao ver que os seus personagens são usados para tais fins.

Partilhar no Facebook
1,289 1.3k Partilhas

Fonte: Ayoye · Crédito foto: Ayoye

Goste/partilhe