Notícias : Máfia romena no rendimento mínimo

Máfia romena no rendimento mínimo

Um casal romeno encontrou falhas no sistema do rendimento mínimo...

Partilhar no Facebook
3,828 3.8k Partilhas

Máfia romena no rendimento mínimo

Um casal romeno encontrou falhas no sistema do rendimento mínimo, aproveitou-se delas e viveu mais de dois anos à custa do Estado, sendo que, graças à ajuda de duas funcionárias da Câmara de Gaia e um dos CTT, conseguiu angariar mais estrangeiros para a fraude.

Os dois romenos viviam em Portugal há 10 anos e, estando desempregados, pediram ajuda à Segurança Social em 2009 para passarem a receber o Rendimento Social de Inserção (RSI).

O primeiro requerimento foi feito em nome do homem, que declarou a mulher e um filho. Mas, como o casal se apercebeu de falhas na forma como a delegação da Segurança Social em Gaia tratava dos casos, decidiu receber duas vezes o rendimento mínimo. Assim sendo, o segundo pedido foi feito pela mulher, que declarou o mesmo agregado familiar, morador na mesma rua, mas com um número diferente de porta. E, conta o JN, tudo correu bem, tendo o casal passado a receber subsídios a dobrar do Estado português, continuando sem trabalhar.

De acordo com o jornal, o casal romeno acusado de liderar esta rede de corrupção e burla ao Estado no rendimento mínimo está em prisão preventiva desde Março do ano passado. Além disso, uma técnica da Câmara de Gaia e o funcionário dos CTT de Gaia foram suspensos de funções. 

Partilhar no Facebook
3,828 3.8k Partilhas

Fonte: Noticias ao Minuto · Crédito foto: Noticias ao Minuto

Goste/partilhe