Notícias : “Inferno na Terra”: Assim se vive nas favelas do Brasil ...

“Inferno na Terra”: Assim se vive nas favelas do Brasil ...

Favelas brasileiras.

Partilhar no Facebook
242 242 Partilhas

"Inferno na Terra": Assim se vive nas favelas do Brasil ...

As favelas do Rio de Janeiro são um importante cartão de visita no Brasil. Enquanto a maioria dos turistas tenta ficar longe delas, eles não podem deixar de ficar intrigados por estes bairros pobres.

Deixando de lado o fato de que os seus moradores costumam viver nas condições mais deploráveis, e nas ruas, é muito fácil de tropeçar num bandido armado, mas a favela muitas vezes é rodeada por um halo de romance. Não surpreendentemente, muitos atletas extremos, cheios de adrenalina, vêm aqui em busca de novas sensações, e usufruem do espírito deste lugar extraordinário.

Recentemente, o famoso fotógrafo e viajante, Tariq Zaidi, visitou as favelas, e não perdeu a oportunidade de captar com sua lente da câmera, os detalhes da vida nos bairros mais pobres do Brasil. O seu projeto fotográfico tem sido exibido em muitos países.

Para atrair o maior número de pessoas, os organizadores da exposição do projecto fotográfico chamaram-na "Inferno na Terra", embora a mensagem do autor original seja um pouco diferente.  

Tariq Zaidi prefere chamar o seu projeto: "Promessas vazias" aludindo ao fato de que o governo se comprometeu a melhorar fortemente a qualidade de vida dos habitantes das favelas, especialmente no período que antecedeu as Olimpíadas e o Campeonato do Mundo. Supostamente, para este fim, o orçamento do Estado alocou um bilhão de dólares, mas, como você pode ver, o dinheiro não chegou ao seu destino ...

Cerca de 30% da população do Rio de Janeiro (e isso é mais do que 2 milhões de pessoas) vivem na mais completa pobreza, na favela. Algo que, com o passar dos anos, tem apenas aumentado! 

Até recentemente, as favelas eram bairros relativamente afluentes. Por exemplo, na imagem, este homem está à janela de um prédio abandonado do Ministério das Finanças.

Pamela, 16 anos, vive com a mãe e com a irmã, de 7 meses, num edifício em ruínas que já abrigou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Isso foi há 17 anos. Agora, cerca de 100 famílias vivem aqui.

Só se pode simpatizar com estas pessoas, forçadas a viver nestas condições, onde nem sequer têm eletricidade e água corrente, só para estarem perto dos seus postos de trabalho, ou porque não têm outro lugar para viver. De quem é a culpa? Ou ... Como resolver o problema, para garantir, pelo menos, as condições básicas de higiene? Diga-nos o que você pensa sobre isto, e partilhe o link com os seus amigos, para que saibam como as pessoas vivem nas favelas do Brasil.

Partilhar no Facebook
242 242 Partilhas

Fonte: Qué Pasada · Crédito foto: Qué Pasada

Goste/partilhe