Notícias : ​Esta mulher escreveu uma carta à nova esposa do ex-marido. O conteúdo deixou-me sem palavras.​

​Esta mulher escreveu uma carta à nova esposa do ex-marido. O conteúdo deixou-me sem palavras.​

Uma carta para a madrasta.

Partilhar no Facebook
722 722 Partilhas

Esta mulher escreveu uma carta à nova esposa do ex-marido. O conteúdo deixou-me sem palavras.

Esta carta deu a volta ao mundo: uma mãe divorciada escreve uma carta para a madrasta da filha, a dizer o que acha dela. 

Para a madrasta da minha filha.

Eu nunca te quis aqui. Tu simplesmente nunca foste parte do plano. Ao crescer e imaginar a minha família, tu nunca foste parte dela. Eu não queria ajuda de outra mulher para educar a minha filha. O plano era que minha família fosse eu, o pai e a nossa filha, não tu. Eu duvido que alguma vez me tenhas desejado na tua vida. Eu duvido que tenhas planejado ser mãe de uma criança que não deste à luz. Eu aposto que o teu plano de família incluía tu, o pai e os vossos filhos juntos, não eu ou a minha filha. Eu posso quase apostar que quando tu sonhaste em ser mãe, isso seria no dia em que desses à luz, e não o dia em que te casaste com o meu marido. Eu tenho certeza que tu nunca planejaste que eu estivesse aqui.

Mas Deus tem planos que vão muito além dos nossos, e quando a minha pequena família se desmontou para formar duas famílias, eu sabia que tu virias.

Na minha mente tu serias um terrível monstro e minha filha não iria te querer como mãe, nunca! Eu estava à espera que tu fosses ser ‘feia’ e que a minha filha nunca te fosse ter como exemplo. O pai dela saberia que estava a escolher a segunda melhor. O mal rodopiou em mim porque eu nunca quis enfrentar o fato de que outra mulher seria a mãe da minha filha na minha ausência.

Então tu chegaste.

Quando eu te conheci pela primeira vez tenho que admitir que tu não eras o que eu tinha em mente e uma pontada de ciúmes percorreu-me o corpo. Tu deverias ser horrível. Mas não eras, era estonteantemente linda. Tu deverias ser uma velha bruxa má. Mas não eras, eras uma mulher doce e jovem.

Os meus planos estavam frustrados.

Eu percebi pelo olhar no seu rosto que me conhecer era tão difícil para ti quanto era para mim. O meu coração imediatamente amoleceu. O teu sorriso gentil! Eu planejava odiar-te. Por que estás a arruinar os meus planos?!

Eu queria odiar-te, mas tu fizeste isso impossível e eu rapidamente me tornei grata a ti.

Tu aceitaste a nossa filha desde o início e amaste-a incondicionalmente tanto ela quanto ao seu pai, isso é uma verdadeira dádiva para todos nós. Tu incluiste a nossa filha em tudo que fazes e fizeste-a sentir amada e aceite. Tu colocaste o relacionamento dela com o seu pai acima do teu próprio e somente uma mulher corajosa sabe como fazer isso com tamanha graça.

Quando eu e o pai dela decidimos divorciar-nos e viver em casas separadas, eu sabia que haveria momentos em que ela precisaria de mim, a mãe dela, e eu não estaria lá. Eu estou muito agradecida que tu estejas aí na minha ausência. Eu agradeço que tu estejas à disposição dela nos seus anos de adolescência e nunca a rejeites. Ela precisa de uma mãe em casa e tu fazes um trabalho fantástico ao estar sempre disponível para ela.

Tu respeitaste a minha posição como mãe desde o início. Eu dou muito valor ao fato de tu me consultares sempre quando tens alguma dúvida se estás a tomar a decisão certa com ela. Eu sei que nossa situação é estranha. Não é sempre que uma mãe e uma madrasta trocam mensagens de texto para reafirmar o respeito e carinho que têm uma pela outra. Tu és uma dádiva.

Por causa de ti e da tua coragem de agir como mãe da nossa filha da maneira que fazes, ela será um dia uma mãe melhor. Ela crescerá com mais amor do que eu jamais pudesse ter imaginado. Não foi escolha dela ter pais divorciados, e apesar de eu não desejar isso para nenhuma criança, eu estou muito agradecida que ela tenha 4 pais que a amam e se respeitam. Ela adora isso e entende que uma falha numa área se pode tornar uma bênção em outra.

Eu não te vejo como o preenchimento de uma lacuna quando eu não estou presente. Tu és a mãe dela quando ela está contigo e também quando está comigo. Ela fica ansiosa para te ligar e contar as histórias dela quando ela está em minha casa e isso faz com que meu coração queira pular para fora do peito de tanta alegria. Eu encho-me de orgulho quando tu abres os braços para me dar um carinhoso e genuíno abraço todas as vezes que nos vemos.

Eu tenho extrema consciência do que parece quando uma mãe não consegue aceitar emocionalmente a madrasta dos filhos na sua vida. A gratidão transborda de mim pelo fato de que nós sejamos capazes de estar acima de tudo isso e fazer o que é verdadeiramente certo para a nossa filha. Obrigada por ser madura o bastante e respeitosa o bastante para ser mãe dela comigo.

Eu prometo sempre respeitar a tua contribuição na educação da nossa filha. Eu prometo nunca diminuir a posição que tu tens na vida dela ou fazer-te sentir como se não fosses a mãe dela. Eu prometo educá-la para ser agradecida por ter duas mulheres fortes na vida dela, que tiveram coragem de ser mães dela juntas. Apesar da nossa situação ser pacífica eu rezo para que ela nunca passe por isso, mas se ela algum dia estiver nessa mesma posição, eu prometo ser um exemplo do que significa ser uma mãe que partilha a guarda da filha.

Mulher preciosa, tu és uma pedra linda e rara.

Eu amo-te e que Deus te abençoe.

Partilhe esta comovente carta que mostra a reação exemplar de uma pessoa nessa situação tão difícil que é a separação seguida da formação de novas famílias.

Partilhar no Facebook
722 722 Partilhas

Fonte: http://www.naoacredito.com.br/a-madrasta/?ref=fb · Crédito foto: http://www.naoacredito.com.br/a-madrasta/?ref=fb

Goste/partilhe