Notícias : ​Durante 8 meses, esta jovem come apenas 3 maçãs por dia. 5 anos depois, ver como está!​

​Durante 8 meses, esta jovem come apenas 3 maçãs por dia. 5 anos depois, ver como está!​

Coitada....

Partilhar no Facebook
290 290 Partilhas

Durante 8 meses, esta jovem come apenas 3 maçãs por dia. 5 anos depois, vê como está!

Três maçãs por dia era o que comia, e um prato de peixe ou frango uma vez por semana: Victoire Maçon Dauxerre caiu na anorexia quando era uma top model e agora relata o seu calvário num livro que cobram contra a tirania da magreza extrema.

"Não se pode impor um corpo doente como um ideal de beleza, é criminoso", considera, cinco anos depois de uma carreira meteórica de oito meses, durante o qual modelou para Alexander McQueen, Céline ou Miu Miu nas passarelles de Nova York, Milão e Paris. Naquela época, a ex-modelo, que media 1,78 metros e pesava 47 quilos.

Agora celebrando a nova legislação francesa, desde Dezembro, obriga os modelos a submeter-se a um certificado médico que leva em conta o Índice de Massa Corporal (IMC), ela acredita que a lei chegou "dez anos tarde demais."

Victoire Maçon Dauxerre foi descoberta aos 18 anos quando a mãe fazia compras em Paris. Filha de um engenheiro e uma artista, andava na escola e sonhava em estudar ciências políticas, mas foi levada pela promessa das passerelles e para a agência Elite. "Ninguém me disse para perder peso, mas disseram-me para estar no tamanho 32-34."

Para atender aos padrões do mundo da moda, foi lançada numa alimentação de maçãs e refrigerantes: "Quanto mais emagrecia mais gorda me via", disse a menina, que agora usa um tamanho 38, mas sofre de anorexia e bulimia.

No seu livro nunca muito magra. Diary of a top-model, Maçon relata como viu modelos a comer durante desfiles e, em seguida, ir à casa de banho para vomitar.

Participar de sessões de fotos, onde haviam apenas alimentos para os fotógrafos. Desmaiar de fome e fadiga no meio da Semana de Moda de Nova York. "As meninas que ainda estão a trabalhar lá hoje em dia dizem que é mentira, porque querem continuar e porque existe um código de silêncio neste mundo", denuncia a jovem.  

Partilhar no Facebook
290 290 Partilhas

Fonte: imgur

Goste/partilhe