Notícias : Doença mortal e silenciosa pior que HIV propaga-se e quase ninguém a conhece!

Doença mortal e silenciosa pior que HIV propaga-se e quase ninguém a conhece!

Cuidado!

Publicado por Vamos lá Portugal em Notícias
Partilhar no Facebook
538 538 Partilhas

Doença mortal e silenciosa pior que HIV propaga-se e quase ninguém a conhece!

Ao longo dos anos, HIV tem sido considerada uma doença socialmente conhecida e julgada a pior.

O que faz desta doença tão imprudente, é o facto de que pode ser espalhada de uma maneira muito simples e sem complicações, no entanto, não obstante das características de HIV, tem havido uma doença que é pior e mesmo mais mortal.

Como todos sabemos, uma pessoa pode se infectar com o HIV através do contato numa relação desprotegida, embora tenha sido encontrado que mesmo usando um preservativo, há uma probabilidade de 20% em obtê-la.

De notar que com esta nova doença não é importante o uso do preservativo, porque as probabilidades de serem infectadas, mesmo usando essa proteção continuam a ser muito elevadas e é capaz de se espalhar rapidamente com o passar do tempo.

Em termos médicos, a doença é conhecida como “vírus de papiloma humano” e socialmente também é conhecido como “morte silenciosa”, tendo causado a morte de uma grande proporção de mulheres na população.

Porque ele não reconhece os sintomas no início, mas quando já está num estágio muito avançado é quase impossível de controlar.

Os preservativos podem prevenir a doença?

Devemos ressaltar que o HPV (vírus do papiloma humano) é muito difícil de evitar, porque pode ser alojado no sistema de uma mulher por muitos anos, portanto, pode atacar quando menos se espera.

Numa mulher pode levar anos a mostrar sintomas, no entanto, os sintomas podem ser disponibilizados por meio de verrugas no colo do útero, vagina ou mesmo lábios orais.

Devem estar muito conscientes e serem cautelosas ao tomar decisões, pois o vírus está diretamente ligado com o cancro do colo do útero, causando a morte a um grande número de mulheres todos os anos.

Se tiveres uma vida amorosa ativa, faz visitas regulares ao teu médico e fica atento às verrugas!

Partilhar no Facebook
538 538 Partilhas

Fonte: muitofixe.pt · Crédito foto: muitofixe.pt

Goste/partilhe