Notícias : Depois dos Estados Unidos, a Coreia do Norte ameaça fazer explodir de forma nuclear outro país!

Depois dos Estados Unidos, a Coreia do Norte ameaça fazer explodir de forma nuclear outro país!

Tenso...

Partilhar no Facebook
384 384 Partilhas

Depois dos Estados Unidos, a Coreia do Norte ameaça fazer explodir de forma nuclear outro país!

A Coréia do Norte ameaça bombardear a Austrália se o país continuar "cegamente e zelosamente a seguir a linha norte-americana. "

A agência de notícias estatal da Coréia do Norte também repreendeu a ministra australiana dos Negócios Estrangeiros, Julie Bishop, dizendo que ela "lançou uma série de insultos à " Coreia do Norte, colocando assim a Austrália, em vista para um ataque nuclear.

Um relatório divulgado pela mídia estatal diz que "se a Austrália continuar a seguir o movimento americano para isolar e sufocar a Coréia do Norte e continuar a ser a brigada de choque do EUA seria um ato suicida, porque está no raio de um ataque nuclear das forças estratégicas da Coreia do Norte.

A ministra australians dos Negócios Estrangeiros devia ter pensado melhor  sobre as consequências das suas reprimendas imprudentes antes bajular os Estados Unidos. O ministro dos Negócios Estrangeiros de um país deve falar com um mínimo de bom senso para cada situação. "

Bishop disse esta semana que o armamento nuclear da Coréia do Norte era uma séria ameaça para a Austrália e pediu ajuda à comunidade internacional para parar o país.

No relatório publicado na Coréia do Norte, dizia-se que "as palavras de Bishop nunca serão perdoadas, porque é um ato contra a paz", também acrescenta-se que a Coreia do Norte "avança apenas para sua própria defesa. "

Numa conferência de imprensa, o primeiro-ministro australiano Malcom Turnball, disse: "Enquanto todas as opções estão sobre a mesa, deixe-me assegurá-lo de que a Austrália continuará a trabalhar com os Estados Unidos e com os nossos outros aliados na região, bem como China, para fazer lobby de forma económica e diplomática sobre o regime. Acreditamos firmemente que com nossos aliados na região e China, há uma chance de alcançar um objetivo histórico, uma península coreana livre de armas nucleares através de meios pacíficos. "

 

Partilhar no Facebook
384 384 Partilhas

Fonte: Ayoye · Crédito foto: Ayoye

Goste/partilhe