Notícias : De acordo com cientistas o horário de trabalho deve ser reduzido para 25 horas semanais após os 40 anos

De acordo com cientistas o horário de trabalho deve ser reduzido para 25 horas semanais após os 40 anos

Trabalhar 25 horas por semana? Sim!

Partilhar no Facebook
407 407 Partilhas

De acordo com cientistas o horário de trabalho deve ser reduzido para 25 horas semanais após os 40 anos

Um pesquisador da Universidade de Keio no Japão realizou um estudo sobre a produtividade dos funcionários, em colaboração com pesquisadores australianos da Universidade de Melbourne. De acordo com o referido estudo, o tempo de trabalho ideal, por semana, é de 25 horas contrariamente ao típico formato de 35/40 horas semanais.

Os pesquisadores insistem que, “os funcionários não atingem o topo da performance em termos de produtividade, porque eles trabalham em demasia”. 

Os resultados são tangíveis e reais, você precisa convencer a sua entidade empregadora, que, está empenhado e disponível para um reforço do investimento pessoal na empresa. Os funcionários quando atingem a barreira dos 40 anos, beneficiando de uma redução da jornada laboral de 5 para 3 dias são claramente mais produtivos.

Recorrendo a testes cognitivos de lógica, raciocínio, memória e percepção entre 6500 pessoas com mais de 40 anos, os pesquisadores descobriram que, com esforços prolongados, as habilidades cognitivas tendem a aumentar à medida que as horas passam, antes de desmaiar.

Nesta idade, o declínio de desempenho é rapidamente perceptível após 25-30 horas. A taxa de aumento da fadiga e stress, após 30 horas de trabalho está directamente relacionada com o menor desempenho e eficiência. 

"O trabalho pode ser uma faca de dois gumes, pois pode estimular a atividade cerebral, mas os longos dias pode causar fadiga e stress, o que pode potencialmente prejudicar a função cognitiva", diz McKenzie professor que liderou o estudo.

Segundo os pesquisadores, ao invés de aumentar a idade de reforma, faria bem repensarmos o nosso modelo de trabalho e questionar a nossa forma de trabalhar com o intuito de melhorar a nossa eficiência. Sermos mais produtivos, não implica necessariamente trabalhar mais, mas funcionarmos melhor. Isto aplica-se perfeitamente às pessoas que aproximando-se da idade de reforma têm valiosos conhecimentos e competências relacionadas com a sua experiência, mas que atingem o seu limite de cansaço mais rapidamente.

Partilhar no Facebook
407 407 Partilhas

Fonte: Ayoye · Crédito foto: Ayoye

Goste/partilhe