Notícias : Aos 6 meses, ele é hospitalizado com uma forte febre… mas quando os médicos anunciam a verdade aos pais, é inimaginável!

Aos 6 meses, ele é hospitalizado com uma forte febre… mas quando os médicos anunciam a verdade aos pais, é inimaginável!

Que coragem e que força!

Publicado por Vamos lá Portugal em Notícias
Partilhar no Facebook
230 230 Partilhas

Aos 6 meses, ele é hospitalizado com uma forte febre… mas quando os médicos anunciam a verdade aos pais, é inimaginável!

Este menino de dois anos e meio é Tom Fauvel e vive em Roche-la-Molière, França. O filho mais novo de entre quatro crianças, é bastante normal. Mas com a idade de seis meses, uma febre alta se apodera dele. O bebé não come, não se move e tem dificuldade em respirar. Levado para o hospital por seus pais, os médicos descobrem que sofre de glicogénese (também chamada de doença do armazenamento de glicogénio) , rara, incurável e exige amplo tratamento, além disso, ela reduz grandemente a sua esperança de vida. 

Esta doença é causada pela falta de uma enzima e faz com que Tom tenha um coração e um fígado maior do que o normal. Deve, portanto, ser dado a cada 15 dias uma dose de infusão por enzimas sintéticas. Embora este tratamento não seja uma cura, irá mantê-lo vivo. 

A vida não é fácil para o pequeno Tom, e ele tem de lutar todos os dias. É acompanhado por um arsenal sagrado de máquinas: cadeiras de rodas, um tubo na garganta ligado a uma bomba que o ajuda a respirar. Também é alimentado por gastrotomia, sem a qual não consegue engolir. Infelizmente, o menino nunca vai andar. 

Tom é perspicaz, altamente inteligente, criativo e gosta de argila e Play Mobile. Ele se comunica com os pais usando pictogramas.

Apesar de um ataque cardíaco e três operações de risco, Tom está sobrevivendo. 

Recentemente, a mãe de Tom publicou um texto no seu quinto aniversário:

"Há 5 anos este dia, também foi uma segunda-feira. Eu segurei em meus braços, o meu amor, um pequeno bebé que tinha acabado de ver o dia, era tão bonito, ele era saudável. 

Ele era tão forte e frágil ao mesmo tempo.

Tinha a vida toda à sua frente. Eu estava cheia de sonhos, amor e esperança para ele.

Naquele momento, eu não sabia nada do destino tão cruel e tão triste que a vida lhe reservava. Eu nunca soube que a vida poderia ser tão injusta. Eu não sabia nada da coragem incomensurável do pequeno ser que eu segurei contra o meu coração. " 

Os seus pais abriram uma página pedindo doações para lutar ao lado do seu filho e oferecer-lhe o maior conforto possível diariamente. 

"Como não podemos adicionar dias a vida, vamos adicionar a vida a estes dias. 

Nós vamos fazer, e é a nossa promessa para o nosso filho, oferecendo-lhe a melhor vida possível, vamos viver cada momento com intensidade de amor sem limites. Vamos lutar com ele até seu último suspiro e além. "

Os seus apsi asseguram a grande maioria dos cuidados diários de Tom. Duas vezes por dia, ele recebe a visita de um fisioterapeuta vem ajudar para que se movimente. As doações irão adquirir uma cadeira de rodas para sair da cama e caminhar. No seu terceiro aniversário, ele foi capaz de comemora-lo na Disneyland, graças a presentes! Um momento de descanso e alegria para a família! 

A família conseguiu até agora recolher cerca de 2000 EUR de donativos.

Partilhar no Facebook
230 230 Partilhas

Fonte: Ayoye · Crédito foto: Ayoye

Goste/partilhe