Notícias : Acreditando serem valentes, mataram este demónio a golpes. Mas quando eles alardearam o que tinham feito, o mundo inteiro condenou-os

Acreditando serem valentes, mataram este demónio a golpes. Mas quando eles alardearam o que tinham feito, o mundo inteiro condenou-os

Um demónio?

Partilhar no Facebook
270 270 Partilhas

Acreditando serem valentes, mataram este demónio a golpes. Mas quando eles alardearam o que tinham feito, o mundo inteiro condenou-os

Conta a lenda que, nas noites lúgubres e escuras na América Central, um grande cão de aparência demoníaca e pelo preto denso, com fogo nos seus olhos e sede de maldade, espreita escondido todos aqueles que se aventuram a sair do abrigo das suas casas e entram desprotegidos pela noite. Esta criatura infernal é conhecida como "El Cadejo".

Alguns acreditam que existem dois tipos de Cadejo: o branco de olhos azuis, que protege e acompanha os noctívagos no caminho de volta a casa e o negro de olhos vermelhos que persegue os bêbados de moral duvidosa para atormentá-los e, por vezes, levá-los à morte. Se um cadejo negro o perseguir na escuridão, a única forma possível de escapar é esperar que o cadejo branco apareça a tempo para protegê-lo... mas isso nem sempre ocorre. Nunca ninguém viu estas criaturas fantasmagóricas, e se o fizeram... já não podem contá-lo.

Quando os moradores de San Rafael Pacaya II (Guatemala) notaram que algo de estranho estava a passar-se nos seus domínios, começaram a temer o pior. Inexplicavelmente, os animais começaram a desaparecer de formas estranhas e caso os encontrassem, apareciam mortos na manhã seguinte. Os vizinhos não encontravam uma razão lógica para estes acontecimentos, que se repetiam uma e outra vez. E foi então que começaram os rumores: o Cadejo tinha voltado. 

Aterrados perante a presença dessa criatura na sua aldeia, os moradores tomaram uma decisão: sairiam à procura do Cadejo e acabariam com ele de uma vez por todas. E assim foi. Pouco depois de iniciarem a caça, a procura deu frutos: encontraram uma estranha criatura e sem hesitação, mataram-na.

O que não sabiam é que tinham cometido um tremendo erro. A "criatura infernal" que tinham matado à pancada não era o El Cadejo, mas um animal inofensivo em perigo de extinção: o quincaju. 

Os moradores defenderam-se alegando que nunca tinham visto este animal e que não sabiam da sua existência e isso, juntamente com a sua aparência, levou-os a pensar que se tratava do demónio. Mas o fato de que nunca o tinham visto é porque os quincajus vivem longe dos humanos, evitando o contacto connosco. 

Obviamente, o quincaju não era culpado dos desaparecimentos: este animal é completamente inofensivo e nunca atacaria alguém. No entanto, ainda não se sabe quem foi o culpado dessas mortes e desaparecimentos...  

Embora o mistério do Cadejo permaneça, as lendas e os contos existem para nos dar ensinamentos e fazer-nos refletir, mas nunca deve confundi-los com a realidade. Talvez assim possa evitar que outros inocentes como esse pobre animal o paguem com as suas vidas. Pensem um segundo antes de atacar!

Partilhar no Facebook
270 270 Partilhas

Fonte: No lo creo · Crédito foto: No lo creo

Goste/partilhe