Notícias : ​A mulher serve uma torrada queimada ao marido, o que ele disse vai fazer-te pensar duas vezes!​

​A mulher serve uma torrada queimada ao marido, o que ele disse vai fazer-te pensar duas vezes!​

A sua resposta leva-nos à reflexão, WOW!

Partilhar no Facebook
1,293 1.3k Partilhas

A mulher serve uma torrada queimada ao marido, o que ele disse vai fazer-te pensar duas vezes!

Era a hora do jantar e a família estava reunida à mesa. O marido tinha chegado a casa cansado depois de um dia exaustivo no trabalho. As crianças já estavam de banho tomado e a esposa corria de um lado para o outro na cozinha para terminar de preparar tudo para esta refeição. Quando a comida foi finalmente servida, o marido notou subitamente um erro da esposa. Naquele instante, todos se calaram, sem saber como o homem iria reagir. Mas o que aconteceu em seguida mudou tudo.

Quando eu era criança, o nosso jantar em família era sagrado e tínhamos sempre comida à nossa espera à mesma hora. Assim que eu chegava da escola, a minha mãe ía logo para o fogão preparar a nossa refeição. Mas uma noite em particular ficou gravada na minha memória para sempre. E eu ainda me lembro de cada detalhe do que aconteceu à mesa naquele dia:

"Por algum motivo que me foge a memória, todos nós estávamos muito cansados naquela noite. O dia tinha sido anormalmente longo e difícil, especialmente para o meu pai, que chegou do trabalho exausto. O menu do jantar era sopa e a minha mãe tinha feito uma torrada e preparado uma manteiga com ervas, para dar como entrada. Mas quando me sentei à mesa, o que eu vi ali não eram torradas: pareciam pedaços de carvão! O pão tinha sido obviamente queimado e parecia intragável. Eu hesitei, sem saber o que dizer, e esperei para ver a reação do meu pai.

E ele agiu como se nada tivesse acontecido. O meu pai pegou no pão esturricado, passou manteiga e comeu com gosto. Ao mesmo tempo, perguntou-me sobre o meu dia, se já tinha acabado os trabalhos de casa, etc. Já não me lembro do que respondi, mas o que aconteceu depois nunca vou esquecer. A minha mãe começou a desculpar-se pela simples janta, pelo pão queimado, mas o meu pai só disse, a sorrir: "Eu gosto das torradas ASSIM!"

Mais tarde, quando ele entrou no meu quarto para me dar boa noite, eu perguntei se era verdade que ele tinha gostado daquela torrada horrível. Ele abraçou-me e disse-me "A tua mãe teve um dia longo e stressante. Acontece de vez em quando. E um pedacinho de torrada queimada não mata ninguém. O que magoa é dizer a coisa errada na hora errada!" Ele abraçou-me então mais uma vez e continuou: "Vais aprender que, na vida, as coisas nem sempre saem como a gente quer. Nós não somos perfeitos. Eu, por exemplo, esqueço-me constantemente de compromissos e do nosso aniversário de casamento. Mas, com o passar do tempo, a gente aprende a aceitar os pequenos deslizes e erros dos outros. A gente aprende até a amá-los! Este é o segredo de um relacionamento longo e feliz entre duas pessoas. A vida é curta demais para ser desperdiçada reclamando das coisas. É melhor simplesmente amar as pessoas que só querem o nosso bem. E ter um pouco de compreensão com as que ainda não se deram conta disso."

Eu cresci e hoje entendo a sabedoria contida nessas palavras do meu pai.

A história desta família pode ser curta, mas é uma bela lição para toda a vida. partilha com os teus amigos!

Partilhar no Facebook
1,293 1.3k Partilhas

Fonte: Ayoye · Crédito foto: Ayoye

Goste/partilhe