Notícias : ​A mãe pega pela última vez no seu filho completamente desfigurado nos braços antes de dizer adeus.

​A mãe pega pela última vez no seu filho completamente desfigurado nos braços antes de dizer adeus.

Imagens pungentes ...

Partilhar no Facebook
2,294 2.3k Partilhas

A mãe pega pela última vez no seu filho completamente desfigurado nos braços antes de dizer adeus.

Derek Madsen, 10 anos, mora em Sacramento, na Califórnia. A história dele é dolorosa... Em 2005, no verão, o menino é diagnosticado com neuroblastos. E a luta contra o cancro exigiria o melhor dele e da sua mãe, Cindy.

Uma fotógrafa, Renée C. Byer, acompanhou-os ao longo da batalha, mostrando a esperança, a felicidade, a tristeza e a esperança resultante.

Aqui, a Cindy empurra o Derek no corredor dos cuidados intensivos do Davis Medical Center onde é verificado se ele é admissível para receber doação da medula óssea. 

Mas antes disso é preciso tirar um bocado da sua, o que é muito doloroso.

Ao acordar depois do procedimento ele grita e bate com os pés enquanto a mãe o tenta acalmar. 

A mãe faz-lhe uma massagem. O cancro ataca os seus órgãos e ossos. A Cindy teve que renunciar ao seu salão de beleza para poder cuidar dele. 

O menino deverá ser operado para tirar um tumor no abdómen. Felizmente a mãe está aqui para o reconfortar. 

Mesmo assim há momentos de felicidade onde o Derek pode brincar com o irmão Micah e o amigo RJ. Nesta foto eles foram convidados pelo jogador de basket Chris Webber em Tahoe e ficaram num hotel. 

O Derek gosta de assustar a mãe ao equilibrar-se nos murinhos e detesta os hospitais. 

Ela observa as enfermeiras preparar o menino para uma operação à qual ela não vai poder assistir. 

O Micah está ao lado do Derek nas sessões de radioterapia e encoraja-o. 

Durante uma consulta, a Cindy tenta convencer o Derek a fazer uma operação para reduzir um tumor. O coitado não consegue mais e só quer ir para casa. 

Ela consegue levantar o ânimo dele novamente e deixa-o sentar-se no seu colo no carro. Poucas horas depois ela descobre que Derek já não tem muito tempo para viver. 

O cancro continua a expandir e causa um tumor na cabeça do menino que recebeu uma mensagem de encorajamento da parte das empregadas do seu restaurante preferido. 

A melhor amiga da Cindy tenta consolá-los. O menino fica cada vez mais fraco, mas a mãe escreveu-lhe uma carta onde o felicita pela coragem, e lê-lha várias vezes.

A 28 de abril de 2006 ela tem de fazer uma escolha horrível: escolher a roupa com a qual Derek irá ser enterrado. 

Desfigurado, a barriga do Derek está inchada por um tumor e ele tem dificuldades em vestir as calças. A úlcera na cabeça dele altera a sua visão e equilíbrio. 

Demasiado fraco para andar o Derek agarra-se à mãe durante um evento de caridade. 

A mãe está com ele a cada hora do dia e quase já não tem forças. No dia 8 de maio de 2006 a doença é tal que Derek quase já não consegue falar. 

A 10 de maio a enfermeira Sue Kirkpatrick administra-lhe um anestésico para ele poder morrer sem sofrimento e com calma. A Cindy fez tudo o que pôde. 

Os familiares estão reunidos para lhe dizer adeus enquanto Cindy o abraça pela última vez e lhe canta a canção preferida. 

No funeral Cindy andou em frente ao caixão, levado pelos amigos do seu filho. "Tu estarás para sempre na minha memória e no meu coração. Vou lutar para que as pessoas dediquem mais tempo e energia para ajudar os que passam pelas mesmas provas que nós." - diz ela durante o funeral no dia 19 de maio de 2006. 

Imagens poderosas que dão para ver toda a força de Derek mas que também dão para ver os momentos de luz na tristeza e o sofrimento.

Partilhar no Facebook
2,294 2.3k Partilhas

Fonte: Ayoye · Crédito foto: Ayoye

Goste/partilhe