Lifestyle : ​O que as mulheres tinham de fazer antigamente quando tinham o período assustou-me!

​O que as mulheres tinham de fazer antigamente quando tinham o período assustou-me!

Que evolução!

Partilhar no Facebook
2 2 Partilhas

O que as mulheres tinham de fazer antigamente quando tinham o período assustou-me!

Uma função do corpo feminino com um papel essencial, e mesmo assim, uma que se tenta camuflar e que é quase tabu.

Ademais, muitas mulheres têm mesmo vergonha de pedir um tampão ou um penso extra a alguém.

Mas sabe o que existia antes dos tampões e dos pensos higiénicos?  

Antes de mais, as mulheres perdiam muito menos sangue do que hoje em dia. Casavam muito mais cedo, e na ausência de meios de contracepção, ficavam grávidas. Alguns problemas de saúde causavam períodos irregulares e a esperança de vida era menor. 

Na Antiguidade, os Egípcios faziam um género de tampão utilizando papiro molhado, que inseriam na vagina. Quanto aos gregos, eles usavam pedaços de madeira que rodeavam de linho. Os romanos, esses usavam uma espécie de pensos higiénicos feitos de lã e algodão. Já os ameríndios, usavam a casca dos cedros que tem propriedades absorventes bastante eficazes. 

Os hábitos mudaram ao longo dos séculos. Na Idade Média, as mulheres não usavam proteção e manchavam a roupa interior e os vestidos. Para que as manchas não aparecessem, elas usavam roupas escuras. As mulheres das classes mais desfavorecidas que não tinham dinheiro para trocar de roupa regularmente, permaneciam com a roupa manchada durante os seus períodos.   

No 19º e no 20º século, as mulheres começaram a utilizar tudo à sua disposição: tecido, lenços, penso higiénico reutilizável e lavável à mão. Em 1930, começaram-se a produzir tampões, e durante a década de 40, surgiram as esponjas menstruais. Os pensos higiénicos descartáveis apareceram nesta época, mas tinham de ser fixos com alfinetes, uma vez que o material adesivo só surgiu em 1960. 

Por sorte, as coisas hoje em dia evoluíram bastante no que toca a produtos de higiene e no que toca à mentalidade da sociedade.

Partilhar no Facebook
2 2 Partilhas

Fonte: Ayoyea · Crédito foto: Ayoye

Goste/partilhe