Imagens : ​Pessoas viveram nesta caverna até 1940. Como está agora, em 2016, é inacreditável.

​Pessoas viveram nesta caverna até 1940. Como está agora, em 2016, é inacreditável.

A vida como homem das cavernas.

Partilhar no Facebook
797 797 Partilhas

Pessoas viveram nesta caverna até 1940. Como está agora, em 2016, é inacreditável.

Era um dia chuvoso de 1999 quando Angelo Mastropietro, da Inglaterra, saiu com os amigos para um passeio de bicicleta. O grupo estava a passar por uma floresta quando decidiram procurar um abrigo, até que a tempestade que começou a cair passasse.

Foi assim que eles encontraram uma grande caverna esquecida dentro de uma montanha. Porém, para Angelo, isto era mais do que apenas um abrigo para a chuva, era o início de um projeto fascinante.

Angelo era um empresário de sucesso quando foi diagnosticado com esclerose múltipla. De repente, ficou muito claro para ele que ele se havia perdido em todo esse stress de trabalho.

Podes chamá-lo de destino, mas 10 anos depois da viagem de bicicleta, Angelo estava folheando uma revista de imóveis e viu fotos da caverna, que estava à venda! Ele não perdeu tempo e comprou o local por $90.000.

Dizer que o projeto que estava diante dele era monumental é pouco. Mas Angelo não se intimidou com os custos e o trabalho necessário para transformar esta caverna numa casa dos sonhos.

Em 8 meses, $140.000 e 70 camadas de pedras removidas depois, a caverna estava irreconhecível.

O local tem cerca de 800 anos e acredita-se que esteja inabitado desde 1940, mas aposto que não tenha sido tão confortável nesta época.

Viver na caverna está longe de ser duro. Além de ser equipada com eletricidade e água corrente, ela também tem internet.

Não é exatamente a caverna fria e húmida que imaginas. Esta caverna elegante parece até um apartamento luxuoso.

O exterior dela parece um sonho com um pátio maravilhoso.

A saúde de Angelo fez deste projeto tudo menos fácil para este ex-empresário estressado.

Mas depois de seu diagnóstico, trabalhar nesta caverna o fez lembrar  o que realmente importa na vida. Ele reencontrou o caminho para a paz interior e o poder curador da natureza.

O cair da noite na caverna também tem um charme especial.

Angelo encontrou uma maneira extremamente inspiradora para lidar com a notícia de sua doença e um espaço incrível neste processo. Já posso me mudar pra lá?

Partilhar no Facebook
797 797 Partilhas

Fonte: http://www.naoacredito.com.br/casa-na-caverna/ · Crédito foto: http://www.naoacredito.com.br/casa-na-caverna/

Goste/partilhe