Famosos : Vencedor de “ídolos” assume que o vício das drogas o levou a viver nas ruas

Vencedor de “ídolos” assume que o vício das drogas o levou a viver nas ruas

Foi o programa Ídolos que o salvou!

Partilhar no Facebook
0 0 Partilhas

Nuno Norte venceu a primeira edição de "ídolos" e numa entrevista intimidadora confessou que que foi viciado em heroína e que viveu nas ruas, onde arranjava dinheiro para o vício a cantar e tocar guitarra.

Foi a participação dos "ídolos" que o salvou deste vicio. Após uma passagem por Espanha, onde a mãe tinha um bar e tentou ajudá-lo, o músico voltou aos consumos. E foi a mãe que puxou novamente por ele, ao inscrevê-lo no talent show da SIC, em 2003. 

Deixou as drogas e foi internado. "Numa sexta-feira fui escolhido para os 30 finalistas, numa segunda fui internado no hospital", revela, a Daniel Oliveira.

 "Durante muito tempo vi os meus castings, do 'Ídolos', no refeitório do hospital", conta ainda. Livrar-se do vício da heroína foi um autêntico pesadelo. "Chorava. Doía-me o corpo todo. Não conseguia comer, rejeitava tudo. Lembro-me de andar pelos corredores, a rastejar pelo chão, cheio de dores".

Antes tinha vivido nas ruas. "É difícil. No inverno, estendido no chão gelado, com a chuva a cair".

Após a vitoria tornou-se noutro homem, hoje aos 40 anos de idade, casado e pai de família, confessa: "Sou viciado em playstation, coca-cola, música, basquetebol, amor. Amar e ser amado. Em casa não tenho nenhuma garrafa de álcool, raramente saio. Fumo cannabis de vez em quando, mas isso é algo que já faço desde os 13 anos".

Partilhar no Facebook
0 0 Partilhas

Fonte: www.flash.pt · Crédito foto: www.flash.pt

Goste/partilhe