Famosos : Judite Sousa sobre o filho: “Sofri uma dor inimaginável”

Judite Sousa sobre o filho: “Sofri uma dor inimaginável”

Judite fala da morte do filho...

Partilhar no Facebook
2,241 2.2k Partilhas

"Pensar. Sentir. Viver.", é o livro que Judite Sousa sentiu necessidade de publicar depois de conhecer o médico Diogo Telles Correia . A jornalista aborda temas do foro psicológico, a partir do seu drama pessoal, a morte do filho André, no verão de 2014.

"Em 2014, fui amputada do meu bem mais querido. Os filhos que perdem os pais são órfãos. Os pais que perdem os filhos são o quê? Não há palavra, olhar, gesto, que seja capaz de dizer aos outros a dimensão da dor, do sofrimento psicológico e físico"

"Infelizmente, na sofreguidão com quem percorremos este trajeto sem sentido, só alcançamos a dimensão do nosso vazio quando paramos. E eu parei. Fui obrigada a pôr muita coisa em causa e a reformular a minha existência. Deparei-me com uma dor inigualável, que não tem cor, não tem forma mas existe dentro de mim. Apercebi-me de que vivemos rodeados de pessoas que sofrem mentalmente, com ansiedade, com depressão ou com situações mais graves, que a todo o momento não encontram solução senão abandonar este mundo (...) Encontrou-se a minha inquietação sobre as questões da mente, nesta fase em que mergulhei no seu universo, por fui obrigada a tal (...)".

Judite Sousa viu no trabalho um refucio, um local onde cabou por serenar o espírito e "distrair" a mente da jornalista.

Partilhar no Facebook
2,241 2.2k Partilhas

Fonte: www.flash.pt · Crédito foto: www.flash.pt

Goste/partilhe