Animais : ​Quando um cachorro me lambia, dava-me sempre nojo. Mas desde que li isto, é a única coisa que peço

​Quando um cachorro me lambia, dava-me sempre nojo. Mas desde que li isto, é a única coisa que peço

Amor de cães

Partilhar no Facebook
965 965 Partilhas

Quando um cachorro me lambia, dava-me sempre nojo. Mas desde que li isto, é a única coisa que peço

Existe um ser mais fiel do que um cão? É espantoso ver a entrega dos cães em relação aos seus donos, a sua alegria quando os veem regressar a sua casa e o seu carinho incondicional pela sua família humana. Muitos cães expressam a sua admiração lambendo as mãos e rostos humanos, o que muita gente gosta; contudo, outros donos resistem a aceitar qualquer carícia. Os cães são tão doces e adoráveis, mas as suas lambidelas podem ser demasiado "afetuosas"...

Obviamente, pode ser anti-higiénico e deve-se ter algum cuidado. Mas acontece que também existem bons motivos para colocar o seu preconceito de lado e deixar-se beijar, lamber e acariciar pelo seu cão.  

1. O hálito do cão é bom para si

Definitivamente, os cães têm um sistema imunitário muito diferente do nosso, já que possuem outra composição de micro-organismos na boca e na saliva. Deixar que os nossos cães respirem perto de nós e façam contacto com as nossas bocas pode, de fato, ter um efeito positivo no nosso sistema imunitário ao cobrir algumas das nossas carências de probióticos, por assim dizer.

2. O hálito humano é bom para o teu cão

Não é o único que pode beneficiar: também pode complementar o sistema imunitário do seu cão graças aos seus micro-organismos. 

3. Os beijos do seu cão podem protegê-lo de alergias

Fortalecer o seu sistema imunitário através do contacto canino nos seus primeiros anos de vida pode ajudá-lo contra as alergias e a asma mais adiante. Os adultos que crescem com um cão em casa, sobretudo desde que são bebés ou crianças, têm menos riscos de desenvolver alergias ao pelo dos animais, etc.

4. As lambidelas do seu cão melhoram o seu estado de ânimo

Receber um beijo aumenta a produção de certos neurotransmissores como dopamina, serotonina e ocitocina (uma hormona). Estes três elementos juntos são um coquetel de felicidade e relaxamento, que o nosso cão nos oferece de forma gratuita e permanente! 

5. Os beijos fortalecem a relação

O nosso coquetel de felicidade neuronal surge também quando acariciamos os nossos cães, devido ao fato de existir uma relação entre a sensação de segurança física, a proximidade e o bem-estar emocional. Esta experiência não é exclusiva do ser humano: também acontece quando temos contacto físico com os nossos animais de estimação. Assim, quando abraça o seu cão e ele lhe retribui com uma lambidela, ambos beneficiam física e emocionalmente e a vossa relação fica mais próxima.

6. Os beijos significam que é o chefe

Num ambiente selvagem, os lobos e coiotes lambem o líder da manada para mostrar que sabem quem é o chefe. Os cães também possuem este instinto. Assim, os beijos do seu cão são um sinal de obediência e de reconhecimento da sua autoridade. 

7. Os cães que lambem são cães cuidadosos.

Os cães não só lambem outros cães para mostrar respeito ao líder da manada, como também para cuidar dos outros. As mães lambem as suas crias para limpá-las e mantê-las quentes. Assim quando o seu cão fizer isto consigo, também significa que ele ou ela o ama e quer fazê-lo feliz. É uma grande qualidade canina que deve incentivar!

8. As lambidelas aliviam o stress canino

Os cães também lambem para reduzir a sua ansiedade. Se impede o seu cão de lamber, o seu cão pode elevar os seus níveis de stress e tentará aliviá-lo lambendo o seu brinquedo favorito ou as suas próprias patas. Por isso, faça um favor aos seus cães e deixem-no dar-lhe lambidelas. Se realmente não suporta os seus beijos molhados na cara, pode oferecer-lhe a mão ou o braço em troca. 

Como pode ver, os beijos dos seus cães têm algumas vantagens. O quão longe chega o seu amor por eles? Deixa que os seus cães o encham de beijos?

Partilhar no Facebook
965 965 Partilhas

Fonte: No lo creo · Crédito foto: No lo creo

Goste/partilhe